terça-feira, 3 de novembro de 2009

Boa notícia

Como só reclamo, reclamo e reclamo do que acontece no Brasil quando se fala em governo, verbas públicas e políticos corruptos, hoje é o dia do elogio e de dividir a boa notícia que está nos portais de notícias. O Ministério da Saúde anunciou a liberação de R$ 98 milhões para serem aplicados no combate ao uso de drogas e aos efeitos devastadores que o consumo tem provocado nas famílias brasileiras. O Rio Grande do Sul deve abrigar 8 novos Centros de Atenção Psicossocial (em Alvorada, Alegrete, Boa Vista do Cadeado, Gravataí, Porto Alegre, Rosário do Sul, São Borja e Viamão). Ao todo, serão 73 novos CAPS em 18 estados brasileiros. O pacote de investimentos prevê também o aumento do repasse do valor de diárias aos hospitais psiquiátricos e gerais do país, com o objetivo de estimular esses hospitais a aumentarem o número de leitos para atendimento de pacientes usuários de drogas, álcool e com doenças mentais. Em junho, já havia sido anunciado que R$ 117 milhões seriam destinados ao Plano Emergencial de Ampliação do Acesso para Tratamento de Álcool e Drogas (PEAD 2009-2010). Com esses novos recursos, os investimentos chegam a R$ 215,3 milhões. Se ajudar alguém já vale... Pode ser um começo.

6 comentários:

Edinho Lumertz disse...

Vamos aguardar então. Espero que não apareça em Alvorada algum engraçadinho igual àquele tio que era ministro das habitações aqui, e fazia falcatrua com empreiteiras de asfalto e o dinheiro do PAC, para meter amão nesse investimento também. É difícil acreditar que "político" seja sinônimo de qualquer coisa boa.

Prussiano disse...

Se metade do dinheiro 'realmente' chegar ao seu 'destino devido' será já muita coisa....

Como dizia meu avô: "- Em terra de cegos, quem tem UM olho, se muda".

@_-¯Cristiano Quaresma¯-_@ disse...

Entendo que iniciativas como
essa são sempre bem vindas
aos que não possuem o controle
entre uma "traquinagem" e as temidas
entregas neuro-dependentes
que as drogas químicas desenvolvem!
Mas também é importante realçar
que se tais verbas fossem destinadas
ao extermínio do foco, tratando
a situação toda de modo generalizado,
e não como fato isolado, quem
sabe nossos netos ficariam pasmos
ao comentarmos sobre tráfico,
violência, chacinas e dependência química!
Esperamos que tais verbas
sejam realmente utilizadas
ao propósito mencionado...
E assim se segue...
NAMASTE!

Mayane Glícia disse...

desculpe mais como e não entendo nada disso ai que vc escreveui não vou me arriscar a dar opniões, eu estou visitando as pessoas que seguem meu blog, e achei vc . beijos e apareça lá pelo meu blog...

Prussiano disse...

Olá....

Desejando um ótemo findi pra vcs !!


Abrasss... =]

Elisandra disse...

eu sou sempre otimista... penso que é um passo e dar um passo em frente é sempre positivo...