segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Dia Mundial sem Carro

Amanhã é o dia mundial sem carro. Uma campanha que visa conscientizar as pessoas para o uso racional de veículos automotores e poluidores.
Uso este espaço para tentar angariar alguns adeptos. Eu como utilizo transporte coletivo, não tenho muito para fazer, a não ser convidar aos leitores que tentem conscientizar mais pessoas.
Aderir à campanha não significa deixar de lado o conforto, mas pensar em alternativas. Por exemplo: muitas pessoas vão sozinhas de carro para o trabalho ou para a faculdade. Quem sabe neste dia você possa convidar mais alguns amigos para dividir o espaço? Assim, ao invés de cinco carros na rua, haverá apenas um. Além do mais, ainda pode economizar no combustível, dividindo as despesas.
Se mora perto do trabalho, poderá ir de bicicleta, a pé ou quem sabe de ônibus. Utilizo este meio diariamente e estou viva para escrever aqui.
Enfim. Se este post fizer com que uma única pessoa deixe seu veículo em casa neste dia, serei uma pessoa realizada.
Ninguém pode salvar o mundo sozinho, mas pode fazer a sua parte. É uma atitude pequena, que somada a dos outros se torna gigantesca!

3 comentários:

Edinho Lumertz disse...

Quem está habituado a andar de carro só o deixará na garagem se o mesmo estiver na oficina mecânica.

Natacha Kötz disse...

O Edinho anda muito pessimista. Hehehe... Como na postagem anterior, as alternativas são muitas. Além das que tu citou, o cara pode abrir mão do carro só uma vez por semana. Já ia ajudar.
Sem contar que o valor dos estacionamentos está abaixo do valor da passagem. Eu, por exemplo, gasto menos indo de ônibus para a a universidade do que se fosse de carro. De ônibus são 2 reais gastos. Um real para ir e outro para voltar. Só de estacionamento na Unisinos pagaria 2,40. Fora a gasolina e o efeito estufa.
O que precisamos hoje é de conscientização.

Edinho Lumertz disse...

Hoje de noite reparem nas pessoas que vocês conhecem, aquelas que possuem carro e o usam todos os dias. Quantos, entre os conhecidos, deixaram o carro em casa por causa do dia 22? As pessoas até querem colaborar, faltam alternativas. Um real apenas de passagem é um sonho pra Porto Alegre. Uma das passagens mais caras do país e os coletivos sempre lotados em horário de pico. É considerada a cidade com um dos melhores transportes coletivos do Brasil. Se o nosso é ruim, imaginem o que será péssimo. Minha primeira afirmação é endereçada à pessoas que, desde a aquisição de seu automóvel, pararam de usar o transporte público. Tenho um tio taxista. O primeiro táxi dele foi comprado em 1989, há 20 anos. Faz 20 anos que ele não anda de ônibus. Alguém já viu padre passeando de ônibus?(esses que ficam em paróquias, não os que fazem voto de pobreza). Todo padre tem um carro ao seu dispôr e usam. Soninha Francine, ao contrário, anda de Bike em São Paulo para se locomover de sua casa até a camara dos vereadores. São opostos cuja presença de um não anula a de outro. Todo mundo tem um vizinho que nunca mais andou de ônibus depois de ter comprado o veículo próprio.