terça-feira, 8 de setembro de 2009

Lista de prioridades

Me deem um desconto por não entender absolutamente nada de operações militares. Ao mesmo tempo, tento entender um pouco da realidade em que vivemos. O Brasil dos gaúchos é diferente do Brasil dos alagoanos, que é diferente do dos cariocas ou dos cuiabanos. O país tem suas variações. Nas mesmas regiões, inclusive. Acontece que temos carências muito parecidas, em diferentes níveis. Somos 190 milhões de pessoas, não temos guerras - pelo menos não declaradas -, apesar da violência urbana, uma grande parcela vive em condições não tão favoráveis, com muitos filhos, jornada de trabalho comprida, salário baixo, casa alugada, sem saneamento, sem plano de saúde... Sem entrar nas questões de educação, meio ambiente e política, entre tantas outras preocupações que a sociedade enfrenta.

A minha pergunta é: qual a prioridade do Brasil? Precisamos mesmo de R$ 20 bilhões em investimentos no setor militar? 36 aviões caça ou sei lá como chamam para um país que tem um sertão pobre com pessoas que vivem com R$120 mensais (do Bolsa-Família) pra alimentar oito filhos? Não precisamos ir muito longe. Aqui mesmo, temos muitos casos de pessoas e famílias que vivem em absoluta miséria. Essa não seria a prioridade? Devo estar mesmo muito enganada.

5 comentários:

Emmanuel Denaui disse...

Ahh pois é.. bem vinda a terra da marolinha! ;)

Natacha Kötz disse...

Aff! Nem me fala...
Brasil é o país dos investimentos sem necessidade. Fazer o quê.
Vamos de muda pra Coimbra ;)

Elisandra Borba disse...

ah poisé...
é dificil, mas vou tentar usar o meio termo, concordando e discordando de ti Andressa.
com certeza o Brasil tem muitas dificuldades e outras prioridades. O problema é que foi descoberto um verdadeiro tesouro brasileiro, o pré-sal. Se bem administrado, se bem cuidado e todas aquelas coisas que sabemos que corre um grande risco de não acontecer, teremos dinheiro para cuidar dessas prioridades todas. Mas sabemos também que tem países por aí que se acham os donos do planeta. Até a Amazonia acham que devem administrar...
Não demora para quererem "passar a mão" no petróleo brasileiro e penso que seja nisso que o governo esteja pensando. Pode ter soado como: Se vocês quizerem guerra, estamos preparados.
Vou pensar mais no assunto e talvez depois eu complemente meu comentário, só queria expressar o que pensei na hora que ouvi a notícia...

Edinho Lumertz disse...

Eu concordo com a Elis. As prioridades não são helicópteros e aviões. Mas estas, só são prioridades porque não foram imaginadas ou planejadas. Acho, porque não tenho certeza, que é a primeira vez que o Brasil toma uma atitude antes de acontecer o pior. A primeira vez que estão pensando em como será daqui a dez anos. E mesmo assim, com todo esse investimento, sabemos que, se os EUA realmente estiverem com vontade de fazer baderna criando mais uma guerra por petróleo, nossas chances de sermos surpreendidos são enormes. Por outro lado, hoje, um radialista perguntou se não dava para usar 10% desse dinheiro em educação. Aí é que está. Com todos os desvios em castelos, mensalinhos e mensalões, sem contar as pessoas que recebem bolsa família sem precisarem(inclusive esposas de vereadores), existe 20 bilhões saídos sabe-se lá de onde, por que não existe a décima parte para a educação? Isso é questionável. O investimento, acho que não.

Andressa Xavier disse...

É, pensando bem, a culpa não é dos aviões que serão comprados. Se menos dinheiro fosse desviado acho que boa parte dos problemas estaria resolvida, ou próximo disso.